Menupoa 19/09: Centro Histórico Renovado: Avanços e Oportunidades

O Centro Histórico de Porto Alegre foi mais uma vez pauta do MenuPOA, evento promovido pela Associação Comercial de Porto Alegre (ACPA). A reunião-almoço aconteceu nesta terça-feira (19), no Palácio do Comércio, sede da ACPA. Para falar sobre o assunto: “Centro Histórico Renovado: Avanços e Oportunidades”, participaram os secretários municipais de Planejamento e Assuntos Estratégicos e de Obras e Infraestrutura, Cezar Schirmer e André Flores, respectivamente. 

 

A solidariedade tomou conta do MenuPOA. Antes do painel principal do evento, o diretor da FEDERASUL, Ângelo César Fontana, fez um breve relato emocionante sobre a rede de solidariedade que os moradores dos municípios atingidos pelas chuvas das últimas semanas vêm recebendo de entidades, associações, empresas, poder público e voluntários.  

 

Segundo Ângelo, as doações de roupas e alimentos, por ora são suficientes. O foco agora é a reconstrução das casas e de empresas e estabelecimentos comerciais, que foram totalmente destruídas.  

 

Para isso, ACPA fez uma mobilização prévia junto aos convidados pedindo que, assim como a diretoria, levassem produtos de higiene e limpeza para serem doados às vítimas das enchentes.  

 

A própria presidente da ACPA, Suzana Vellinho Englert, ao fazer a abertura do evento, mudou desta vez o tom usado tradicionalmente em suas falas. Hoje, a presidente chamou atenção para a importância de ouvir o próximo. “Nossas vidas são tão corridas, que não paramos mais para ouvir o outro. Muitas vezes, pessoas próximas a nós estão precisando de uma palavra, de um olhar, de um afago”, salientou.  

 

Já no debate, cujo tema foi “Centro Histórico Renovado: Avanços e Oportunidades”, pontos do Centro, como o Mercado Público, o Viaduto Otávio Rocha e o Quadrilátero Central, foram alguns dos principais tópicos. De acordo com o Secretário de Planejamento e Assuntos Estratégicos de Porto Alegre, Cezar Schirmer, um dos objetivos das ações realizadas no Centro é transformar o bairro em um ponto atrativo para os turistas que visitam a capital do Rio Grande do Sul. “O Centro Histórico de Porto Alegre tem atrativos gastronômicos e culturais e também conta com um patrimônio arquitetônico relevante. O intuito é transformar Porto Alegre em um destino turístico. Mais de 90% dos turistas que chegam ao Aeroporto Salgado Filho não se interessam em conhecer Porto Alegre”, lamentou, mas garantiu que a ideia é transformar essa realidade. 

 

O secretário de Obras e Infraestrutura, André Flores, afirmou que, ainda em 2023, será finalizada uma etapa das intervenções de revitalização do Quadrilátero Central. “A obra é feita em duas etapas. A parte entre a Doutor Flores até a Marechal Floriano e da General Vitorino até a Voluntários, a nossa expectativa é terminar até o final deste ano”. Já a região mais próxima da Rua dos Andradas deverá ser entregue ainda no primeiro semestre do ano que vem, disse Flores durante a reunião. 

 

Vitrine 

 

No espaço Vitrine, a médica psiquiatra Berenice Rheinheimer, membro do Conselho de Psiquiatria do Rio Grande do Sul, apresentou dados sobre o alto índice de suicídios no Estado em alusão ao Setembro Amarelo, campanha de conscientização sobre a importância da prevenção do suicídio 

 

Segundo Berenice, 95% dos suicídios estão associados a doenças mentais. “Através do diagnóstico e tratamento, é possível reduzir o número de casos”, afirmou a especialista. Ainda, de acordo com a médica, o Rio Grande do Sul tem a taxa mais alta de suicídio do país.   

 

Iniciado em 2015, o Setembro Amarelo é celebrado durante todo o mês, que foi escolhido para a campanha em razão do Dia Mundial de Prevenção do Suicídio, que ocorre no dia 10 de setembro desde 2003. A ACPA é parceria deste movimento de conscientização e prevenção ao suicídio.  

 

O evento completo está disponível no canal da ACPA no YouTube.